Caros associados,

Ao iniciar-se um novo triénio (2013-2016), a Direção da Sociedade Portuguesa de Medicina Física e de Reabilitação (SPMFR), em conjunto com os seus restantes órgãos sociais, pretende desenvolver como objetivos e atividades principais:

– o estudo e a divulgação da ciência e do progresso técnico na área da Medicina Física e  Reabilitação (MFR) (de acordo com os Estatutos da SPMFR Cap. I, Art.3º).

– a promoção da valorização do título de Médico Especialista em Medicina Física e de Reabilitação e do Médico Fisiatra, em colaboração com a Ordem dos Médicos e as autoridades de Saúde, e contribuir para o estreitamento das relações científicas, culturais e profissionais entre aqueles (de acordo com os Estatutos da SPMFR, Cap. I, Art 4º, ponto 2).

– a colaboração com todas as sociedades médicas nacionais ou estrangeiras, organizações internacionais e entidades oficiais e particulares, em tudo o que respeita aos fins a que se propõe(de acordo com os Estatutos da SPMFR, Cap. I, Art 5º, ponto 2).

 o apoio á formação de Secções em áreas da Especialidade que justifiquem o seu funcionamento autónomo (de acordo com os Estatutos da SPMFR, Cap. I, Art 5º, ponto 3) e ás suas atividades científicas.

O desenvolvimento e o cumprimento do anteriormente enunciado afirmam-se através:

– do desenvolvimento das atividades da formação contínua pós-graduada de Internos da Especialidade, assim como de Especialistas, no âmbito nacional, através de Cursos, Jornadas e Reuniões SPMFR, alicerçados nas melhores bases científicas e tecnológicas e nas “normas de orientação” do conhecimento atual, focando-os na diferenciação técnico-científica e na aquisição de competências imprescindíveis para uma atividade clínica e/ou investigacional de excelência; permitindo o reconhecimento destes Colegas, quer a nível nacional, quer internacional.

– da expressão da atividade científica fisiátrica na Revista da SPMFR (e da sua informação através da News and Views) tentando aperfeiçoar as suas próprias metodologias e conteúdos e ser um incentivo á atividade investigacional clínica e/ou básica na área médica da MFR em Portugal, de modo a permitir o crescimento contínuo do estado da ciência e da evolução técnica da Especialidade, a par de um maior reconhecimento do valor potencial da Revista, como instrumento de informação e de conhecimento.

– da manutenção de uma atividade crescente na organização de eventos científicos na área da MFR, através de Congressos [nacionais e internacionais, como a organização do Congresso Nacional e do Congresso Europeu 2016, em Lisboa, em associação com a Goldair e a Sociedade Europeia de MFR (ESPRM)]; da co-organização de Reuniões Científicas com outras especialidades médicas e cirúrgicas; do apoio científico a organizações da nossa Especialidade ou de outras, reflexos da sua dinâmica de formação e interdisciplinariedade científicas e do reconhecimento pelos seus pares (quer na MFR, quer entre as outras especialidades).

– da criação de inter-relações com as Universidades e outras instituições ligadas á Ciência e Investigação, assim como, com as Associações de Doentes, de modo a que todo o progresso científico-tecnológico na MFR (e em associação com outras áreas do conhecimento) possa ser aplicado para o bem estar físico, psíquico e social dos doentes que beneficiam de todo o potencial que a nossa Especialidade lhes pode aportar

– do propósito de manter e desenvolver a acessibilidade e proximidade dos Associados á Direção da SPMFR, que inclui o convite para colaborarem ativamente em vários dos seus projetos.

– do contínuo desenvolvimento da estrutura organizacional e profissionalizante da SPMFR

– da reformulação e dinamização do Website e da News and Views

É para os Órgãos Sociais da SPMFR triénio 2013-2016, um desafio suceder aos anteriores, por toda a evolução ocorrida na nossa Sociedade e pelo merecido reconhecimento do seu trabalho.

Assim em equipa, e com o apoio dos nossos Associados, pretendemos contribuir para a solidificação, crescimento e creditação da Especialidade de MFR em Portugal, visando em última instância, a melhor qualidade na prestação de cuidados de saúde em reabilitação à nossa população.

 

Catarina Aguiar Branco
(Presidente da Direção da SPMFR)